Home » Ilmondo Tur » Viagens do Mês

Buenos Aires

O destino internacional número 1 para os brasileiros é uma mistura de charme, boa mesa e excelentes opções de compras. Mas Buenos Aires não é só isso. 


Detalhes 


No começo do século 20, a Argentina era um dos países mais ricos do planeta e Buenos Aires o porto pelo qual entravam e saíam produtos que geravam essa imensa riqueza. Junto às antigas docas encontram-se duas das atrações mais importantes da cidade, o hype dos brasileiros Puerto Madero e o bairro de La Boca, com o inconfundível Caminito e o estádio La Bombonera. 

A Puente de la Mujer, em Puerto Madero, foi projetada pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava e é exclusiva para pedestres. O autor teria se inspirado em um casal dançando tango.

Uma das consequências mais claras da pujança econômica portenha fica clara em seu perfil urbano monumental, repleto de parques bem planejados, edifícios burgueses em estilo neoclássico e agradáveis ruas arborizadas. A isso ainda foram somados teatros belíssimos, como o Colón, junto à ampla Avenida Nove de Julio, e uma miríade de cafés que traziam reminiscências de Paris, palco de acalorados debates intelectuais. 

Outro hábito que mistura gastronomia com excelentes conversas manteve-se em torno das mesas de seus restaurantes, sejam em casas que servem a clássica parrillada - o variado churrasco local, opções de pasta que não se encontram fora da Itália, empanadas divinas ou um dos mais cremosos sorvetes que você terá a benção de experimentar. Tamanha variedade também encontra-se  nas opções de compras. Em Palermo estão ateliers com objetos de design arrebatador, em grandes centros, como as Galerias Pacífico, você encontra as grandes marcas e em livrarias como a espetacular El Ateneo Grand Splendid você terá o melhor da literatura ibero-americana. Tudo a preços provocadoramente atraentes.

Mas não é só isso. Buenos Aires é fácil de ser explorada a pé ou com táxi. Aproveite para se perder por suas ruas e deparar-se ora com praças com lindos gramados ora com edifícios históricos como a Casa Rosada e a Catedral metropolitana. Estarão lá também lojinhas simpáticas em San Telmo, ricos museus como o MALBA ou cemitérios como o da Recoleta, onde repousa Evita. E, sem deixar de lado a paixão que nos une, não deixe de ir ao derby River-Boca e compreender o que é paixão desmedida. 


Dicas


Onde Comer.

Comer uma parrilla é parte fundamental da visita à cidade. Você dificilmente vai provar uma carne como a servida na Argentina, muitas vezes com um custo-benefício inacreditável (mesmo considerando a alta inflação que atingiu o país nos últimos anos). Nas casas especializadas, é comum ver brasileiros se fartando – e harmonizando a refeição com vinhos de ótimo preço. Mas nem só de parrilla vive a capital, que também brilha em outros tipos de cozinha. Espanha e França, curiosamente, estão mais bem representados que Itália, berço da maior colônia de imigrantes do lugar (em compensação, é italiana a receita do ótimo sorvete, feito com leite de gado europeu). Outra influência gastronômica é a andina – prova disso são os bons restaurantes peruanos. E nas casas de comida contemporânea, você confere o trabalho de chefs pra lá de inventivos. 

Onde Ficar

A rede hoteleira local abarca centenas de endereços, de hotéis de luxo a albergues descolados. Na hora de decidir onde ficar, o primeiro passo é escolher a localização: no Centro, você está perto das principais lojas de roupas e acessórios, mas a maioria das hospedagens sofre com a falta de atualização dos ambientes; a Recoleta concentra as lojas de grife e os hotéis mais luxuosos; e San Telmo ganhou fama pelos albergues. Depois, vale conhecer dois conceitos muito utilizados na capital argentina: os hotéis-design ou de diseño, exibem decoração contemporânea e um serviço mais atencioso; os hotés-butique geralmente ficam casarões históricos nas ruas de Palermo Soho e Hollywood, têm móveis charmosos, serviço personalizado e não mais que 40 quartos. Por fim, verifique se na sua diária já está incluído um imposto chamado IVA -- ele incide em 21% sobre o valor da tarifa.